quarta-feira, 23 de julho de 2008

Você acredita em Deus?

Deveria ser fácil, mas eu não soube responder


Difícil medir o quanto as pessoas fazem diferença nas nossas vidas.

Péssimo saber que a gente só pensa nisso quando já não dá mais tempo de dizer o quanto aquele ser, perdido na multidão, influencia na nossa forma de circular no mundo.

As coisas continuam acontecendo numa velocidade além do normal, mas eu tento controlar o medo do quê eu não tenho controle algum.

Parece que dessa vez eu não estou com preguiça, melhor aproveitar.

Acredito na energia que circula entre as pessoas, na energia que circula no Universo, na energia que circula entre as pessoas e o Universo, "na fé que você deposita em você".

Se isso se chama Deus, pode ser que eu acredite nele, se não...não sei que Deus tira alguém tão brilhante tão cedo do mundo.


"
É tão estranho, os bons morrem jovens
Assim parece ser quando me lembro de você
Que acabou indo embora, cedo demais"
(Renato Russo)

3 comentários:

_peron. disse...

acho que é tudo uma questão de determinações: o tempo que vc fica aqui, o que se faz aqui, o que não se faz para que aconteça o que tem que acontecer, ir embora cedo e causar um vazio nas pessoas que proporcionará outras coisas no mundo, outras atitudes, outras relações, mudanças ... e tudo vai circulando como você disse.
sou uma pessoa que sempre se conformou muito com a morte porque acredito muito no tempo das pessoas, na vida de outras pessoas e no mundo.
não é verdade que certas pessoas ficam nas nossas vidas o tempo que têm que ficar e depois vão embora porque é melhor assim, porque a vida segue ?! então, é mais ou menos por aí, eu acho.
mas a gente só entende isso no tempo que tiver que entender também.

_peron. disse...

bjs

_peron. disse...

tô comemorando!
encerrei a cota de espumante porque, naturalmente, chegamos no final de mais um mês rs.

e por aí? acabou o anima? e agora, josé?