domingo, 16 de março de 2008

Camila, Camila

continue a nadar, continue a nadar

Seguindo o fluxo, tentando respirar no meio de tantos mergulhos. Dando conta com a barriga, mas dando conta.

Cultivando momentos com amigos, fazendo fazer sentido.

Fechando as mãos pra não deixar escapar as chances de ir daqui pra bem longe...e as propostas são pra cada vez mais longe.

Tentando segurar a onda, mas passando por momentos que nem eu me reconheço.

Lendo, lendo e lendo cada vez mais. Começando a pensar na idéia de monografar. Tomara que isso tudo acabe logo de verdade.

Algumas situações têm feito bem pro ego. É bom ser reconhecida às vezes.

Reencontrando amigos que a vida afastou nos últimos tempos, sem que haja nenhum grande esforço para tal. É só a vida nos trazendo de volta pro mesmo lugar.

Respirando fundo antes de começar cada dia. Aproveitando os raros momentos de "ócio" pra dormir.

Curtindo a cada dia a presença mais especial da minha vida.

Tem gente que passa a vida inteira a procura do príncipe encantado, eu encontrei logo um rei.

Encantador pensar que se pode fazer parte da vida de alguém assim e que dê retorno tão imediato. Quero aprender com teu pequeno grande coração.



"Se eu cantar não chore, não
É só poesia
Eu só preciso ter você
Por mais um dia
Ainda gosto de dançar
Bom dia
Como vai você? Como vai você?"
(Nenhum de Nós)

Um comentário:

_peron. disse...

não, não acho que seja o caso de "você vai se magoar"...não há culpa nisso.
as pessoas não têm culpa de alimentar expectativas que, mesmo sabendo que não serão correspondidas, são incontroláveis, a gente cria sem saber como se cria mas sabendo como elas crescem...e como crescem!
ninguém magoa ninguém a não ser a nossa imaginação.
cuide-se hein, damasceno?!